Em meio à crise, cursos gratuitos do Pronatec podem ser uma saída para quem precisa trabalhar

A crise econômica bateu nas portas dos trabalhadores brasileiros e vem batendo desde o ano passado. Nesses tempos difíceis, junho foi encerrado com uma taxa de desemprego em 11,3%, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). É um momento de refletir sobre as oportunidades e procurar alternativas para continuar produzindo e ganhando o sustento, e uma alternativa para quem se encontra nessa situação pode ser um ou mais cursos tecnológicos, que fomentem novos mercados e colaborem para a diminuição desse desemprego.

Para quem não sabe, o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), programa criado pelo Governo Federal em 2011, pode ser uma dessas alternativas. O programa busca ampliar oportunidades de formação profissional e educacional – incluindo aí os cursos de tecnologia – para quem está em busca de uma nova oportunidade e precisa de aprimoramento.

Diferentes áreas de cursos

No programa, cursos financiados pelo Governo são oferecidos gratuitamente por várias instituições, locais, estaduais, focadas em educação. Uma das instituições que podem oferecer o Pronatec no Brasil é o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), que possui sede em Campo Grande. No Senai, muitos cursos de capacitação são voltados para a educação profissional na área industrial.

Alguns desses cursos são: técnico em vestuário, técnico em mecânica, pintor de obras, técnico em eletroeletrônica, técnico em automação industrial, cursos em gestão, gráfica e editorial, logística, alimentos e bebidas, segurança do trabalho, e muitos outros.  Todos são gratuitos pela parceria SESI-Pronatec.

Tudo é feito de forma online, por meio do site do Pronatec, acessando sua localização e preenchendo seus dados, verificando também a disponibilidade de vagas em cada curso, através do programa. Com aprovação desse cadastro, o candidato deverá ir até a sede física do SESI com documentos que comprovem as informações cadastradas no site, como CPF, comprovante de residência e outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *